Andalucía, hecha de luz y poesía - parte 3



 Frigiliana, en Málaga. Emblemático pueblo blanco

Continuamos nossa caminhada pela linda Andaluzia rumo ao interior, onde encontraremos, entre muitos outros, os tão famosos pueblos blancos, rodeados de muita natureza. Esta combinação faz com que estes destinos, pertencentes ao chamado turismo rural, sejam cada vez mais procurados, e com muita razão.

 Alcalá de los Gazules, Cádiz

Os pueblos são, essencialmente, cidades do interior, mesmo com um número elevado de habitantes. Nós sim dizemos "cidade do interior", ou "cidadezinha"; mas aqui, tudo o que não seja capital - ou cidade costeira importante - já é considerado pueblo

E como são charmosos e aconchegantes! Neles estão verdadeiros "personagens" da mais autêntica Andaluzia: comerciantes que conversam alegremente com os vizinhos, seus conhecidos "de toda la vida"; as cabeleireiras guapas, os donos dos bares (ponto de encontro fundamental); as crianças brincando nas ruas e, principalmente, os velhinhos e velhinhas sentados nas praças ou mesmo na frente das suas casas, "tomando el fresco" (um arzinho). São guardiões de preciosos ofícios artesanais e de louváveis histórias de vida que atravessaram sombrios tempos de guerra, ditadura e pobreza e que conseguiram "salir adelante" com o característico bom humor que tanto identifica os andaluzes. Não, não se trata de fortalecer estereótipos, e sim de valorizar uma qualidade essencial e que justamente faz com que tantos e tantos turistas queiram conhecer essa região mágica.

 Quantos tesoros de palabras possuem estes senhores de Istán (Málaga)!

Falando em turistas, a presença de europeus do norte que vieram uma vez de visita mas que se apaixonaram pelos pueblos e resolveram ficar para sempre é cada vez maior. Mas de um lado estão eles, que aprendem espanhol muito lentamente, e os moradores, que quase não falam outro idioma. Imaginem a quantidade de anedotas!! 

Outro elemento de destaque nos pueblos é a gastronomia. A comida mediterrânea em geral é muito saudável, tendo como ingrediente base o azeite de oliva, também conhecido como "ouro líquido", em função de suas propriedades extremamente benéficas. A alimentação com certeza é um dos fatores que contribuem para que a expectativa de vida seja tão alta nos pueblos e, principalmente, que os idosos gozem de tão boa saúde.

 Salmorejo, deliciosa sopa fria de tomate.

Ambiente típico dos restaurantes rurais, os mesones.
Este, concretamente, está en Villanueva de la Reina, en Jaén

Há muitos importantes parques naturais protegidos, como o Paque Nacional de Doñana (em Cádiz, Huelva e Sevilha), Parque Nacional de Sierra Nevada (em Granada, e que é também, no inverno, um destino de esqui muito procurado), Paque Natural Montes de Málaga, Parque Natural de la Sierra de Grazalema (em Cádiz e Málaga), Parque Natural de los Alcornocales (também em Cádiz e Málaga), dentre muitos outros, nos quais se encontram uma enorme quantidade de espécies vegetais e animais autóctones e centros de preservação ambiental que desenvolvem múltiplas atividades de conscientização destinadas a todos os públicos.

 Centro de Visitantes del Parque Natural de los Alcornocales, Cádiz
  
Então temos: pueblos blancos (pintados de branco para amenizar um pouco o sol de rachar) + muitos espaços naturais nos quais perder-se caminhando ou andando de bicicleta + gastronomia deliciosa + gente muito hospitaleira. Resultado? Turismo rural de grande qualidade: casas e hotéis, rotas, atividades nas quais se conhecem as atividades típicas, convivência com animais... Assim, se potencia a geração de riqueza sem que o progresso cimentador interfira na autenticidade do lugar. Com uma boa conexão à Internet para poder traduzir estando em um deles, já é suficiente ;)


 Rota pela Sierra de Aracena, Huelva


Conhecer, respeitar, preservar

 (...)
Los chopos son la ribera,
liras de la primavera,
cerca del agua que fluye,
pasa y huye,
viva o lenta,
que se emboca turbulenta
o en remanso se dilata.
En su eterno escalofrío
copian del agua del río
las vivas ondas de plata. 
 De los parques las olmedas
son las buenas arboledas
que nos han visto jugar,
cuando eran nuestros cabellos
rubios y, con nieve en ellos,
nos han de ver meditar. 
(...)

Antonio Machado 

Para saber mais: